SMD – A mídia revolucionária que promete acabar com a pirataria

SMD é uma aposta em uma mídia mais barata para CD para competir com os piratas

O SMD é uma nova mídia de reprodução fonográfica, lançada há alguns anos. Patenteadas pelos cantores Cristian e Ralph, ela promete reduzir os custos de prensagem em ate 30%, pois o preço final é de R$ 5,00. Com mudanças simples no visual e uma tecnologia inovadora no conceito de semi- metalização, o SMD garante a qualidade da obra, estando completamente equiparada aos padrão do CD. Qualquer artista pode ter acesso a essa nova tecnologia, preservando seus direitos autorais. O SMD é somente um tipo de mídia, um novo nome, com um novo conceito para o tradicional CD.

SMD – Semi Metallic Disc

Produção

Os custos de produção do SMD são mais baixos, com descontos progressivos, permitindo que novos talentos sem patrocínios tenham suas obras lançadas no mercado. A fabricação do SMD é em média 30% mais barata que a do CD.

Os SMDs são confeccionados nas mesmas fábricas dos CDs e tocam em qualquer aparelho, embora sua técnica de reprodução seja diferente da utilizada atualmente nos CDs.

As embalagens de acrílico foram substituídas por uma mais econômica e moderna. Ela é inquebrável, em papel cartão especial, com fechamento que facilita o armazenamento e garante a integridade da mídia. A ficha técnica e demais créditos podem ser impressos na própria capa, encarte, na revista ou no rótulo do SMD.

A capacidade do SMD é de até 60 minutos de áudio (16/18 músicas) . Os SMDs podem ser produzidos em diversas cores e formatos. Isso possibilita a utilização do produto em campanhas publicitárias ou que visem um público específico. Aliado a tecnologia, o objetivo do SMD é assegurar um preço baixo ao consumidor final, o que inibe o interesse do pirata e garante um maior volume de vendas para o artista.

Comercialização

Hoje, nos pontos de venda, o preço médio de um CD é R$ 19,00, fato este que impõe ao lojista uma margem de lucro inferior a 5%. Um pirata, por sua vez, sem qualquer custo, alheio ao pagamento de todo e qualquer tributo, vende um CD a R$ 5,00, com margem de lucro superior a 60%. Inviabilizando quase que totalmente a venda legal do CD. A lucratividade do lojista na venda do formato SMD é de 20%. Isso ocorre mesmo reservando todos os diretos junto à pirâmide envolvida no processo de produção, fabricação, divulgação e comercialização. O preço do SMD é impresso na capa. Possui um preço fixo de comercialização, de forma que possa garantir o cunho social de combate à pirataria e acesso à cultura.

Tiragens | Distribuição

O artista tem a opção de produzir apenas o SMD, com tiragem mínima de 1.000 SMDs, que são vendidos à R$ 5,00. Ou pode optar pela Revista SMD (revista + SMD), com tiragem mínima de 1.000 Revistas SMD, que são vendidas à R$ 9,00 (na revista o artista pode inserir sua biografia, release, letras das músicas, patrocinadores, contatos, etc). Se o artista quiser que seu trabalho seja distribuído nas bancas, a tiragem mínima é de 20.000 exemplares. Ele pode fazer também um número menor de Revistas SMD (1.000 exemplares por exemplo), e comercializá-las em seus shows, na divulgação do seu trabalho nas rádios, tvs e imprensa escrita. A distribuição do produto pode ser feita também pelas vias usuais (lojas de música e varejo), telemarketing, e-commerce, garantindo ao artista maior exposição da sua música.

Vendas do SMD pela Internet

Os SMDs podem ser vendidos via internet pelo artista, em seu site oficial. O produto pode ser enviado como carta comercial simples, veja: 01 SMD (R$ 5,00) + postagem (R$ 0,80) = R$ 5,80 01 Revista SMD (R$ 6,00) + postagem (R$ 1,45) = R$ 7,45

Premiações SMD

O SMD (Semi Metalic Disc) possui os seguintes níveis de premiações conforme vendagem: MASTER – 500.000 (SMD na cor verde) MASTER TOP – 2.000.000 (SMD na cor azul) MASTER STAR – 5.000.000 (SMD na cor verde, amarelo, azul e branco)

Ou seja, a revolução do SMD esta prestes a acontecer!! Com preço baixo, preservação dos direitos autorais e qualidade, e um prato cheio principalmente aos artistas independentes.

Por Gabriel Gavinelli, estagiário da Omid International audio academy. Fonte: Site PortalSMD; entrevista com Ralph (dono da patente SMD)

 

Veja mais notícias sobre Áudio e conheça nossos cursos em: audioacademy.com.br

Abrir chat
1
Receba um atendimento personalizado!
👋 Faça um atendimento personalizado com Nando Alck, ex-aluno da Audio Academy formado com nossa mais alta Distinção Acadêmica: Summa Cum Laude.